Criadores

UMA DUPLA DISRUPTIVA

Somando experiência, versatilidade e um profundo conhecimento do mercado Brasileiro e Europeu, os fundadores Paulo André e Adriana Scartaris perceberam naturalmente vantagem ao associar Portugal e Brasil na concepção do COLETIVO 284. Com uma curadoria que pretende despertar as forças vivas da criação, seja por iniciativa própria ou acolhendo iniciativas externas – com a contribuição de consultores e parceiros experientes – várias são as possibilidades estratégicas que permitem o contato crucial entre marca/público/midia. O COLETIVO 284 disponibiliza não apenas um espaço para eventos que promovem a interação com públicos diversos ou específicos com o objetivo de divulgar/capacitar/integrar/promover, mas também consultoria técnica e criativa nas etapas de idealização programação e materialização. O ambiente é de Arte. As exposições decorrem ‘hand in hand‘ com os processos criativos e comerciais, quiçá proporcionando aos artistas um mercado extra que vai além da ideia convencional de galerias de venda.

ADRIANA SCARTARIS

Adriana Scartaris, uma profissional que atua como designer de interiores na criação de projetos residenciais, comerciais e corporativos, com 35 anos de experiência e mais de 306 mil m² de obras concluídas em todo o Brasil e exterior.

PAULO ANDRÉ

Empreendedor Criativo, Empresário visionário e multifacetado. Nos últimos anos lançou diferentes empresas em áreas como design, branding , marketing digital, gastronomia, hotelaria e eventos.

Passa a vida a dizer que não percebe nada de Arte, mas a sua pele fica igual à duma galinha quando os seus sentidos vêm e ouvem beleza. Os seus olhos vêem qualidade e futuro – não só a da obra, mas acima de tudo a das pessoas certas para deitarem mãos à obra. Procura ligar os pontos criativos da essência humana mas porque gosta de fazer acontecer, com paixão..

Sabe quando está na presença dum talento e o que fazer para o colocar no lugar certo.

A sua vida mistura-se com Arte e com Gestão, mas acima de tudo com Iniciativa e com Pessoas: talvez por isso, no seu curriculo, a palavra Sócio jamais se dissocia da palavra Fundador.